Poema desbotado

Rosa desbotada

as rimas do poema que te fiz já desbotaram

são como velhas roupas esgaçadas

não têm mais o perfume de outrora

nem a cor

sabem a ranço

de dente ora apodrecendo

relê-los é como chorar

olhando o guarda-roupa de alguém que já morreu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s