Onde me alisto? – Saulo Matos

06hold-600

em dias passados
e já bem amarrotados
gostava de me ludibriar
pensando que as pessoas
colocavam suas fantasias
e suas máscaras por uma
questão de sobrevivência,
de desejo de algo fora
do alcance,
e interesse.

  • vou me aproximar de você
    para tentar comer sua mulher um dia.
  • sou seu amigo, mas nunca vou conseguir ouvir
    o que você tem a dizer.
  • falo que te amo, mas no fundo você sabe
    que só quero o que está entre suas pernas.
  • só ando com você, pois você é rico e tem
    casa na praia.
    entre outras incalculáveis estratégias
    de benefício próprio
    e execução libertina
    do seu direito de ser
    falso com quem nunca
    te fez mal algum.

mas percebi,
de uns tempos pra cá
que não existem fantasias,
nem máscaras,
e que boa parte da
população mundial
é composta apenas
de geniais
filhos da puta
que se masturbam
com o pau dos outros
e ninguém percebe
que já gozou umas
três vezes
para o bel prazer
dos outros.

grandes urubus
fazendo sombra nos
passos dos inocentes
aguardando alguma
carniça aparecer
para seu deleite,
eles são isso em
sua alma
e nada mais,
sem máscaras,
sem fantasias,
sua nudez é hedionda
e repugnante,
tal qual suas
personalidades.

minha inocência se foi
faz tanto tempo que a memória
da mesma não existe mais,
e o poço de bondade que ainda
carregava no lombo cansado
derramei no chão,
pois meu ódio virou meu sangue
e meu amor, fumaça que
se esvai lá pros cantos
da casa do caralho,
portanto esse poema é para vocês
geniais filhos da puta
e urubus prostrados em
algum canto esperando
a desgraça alheia,
aviso de antemão que
estarei me alistando
entre tais desalmados
em breve.

Saulo Matos

Anúncios

5 Respostas para “Onde me alisto? – Saulo Matos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s