Desterrado

1300145593733_fum forasteiro vagando para lugar nenhum

vagabundeando por vielas, becos sem saídas e lugares subterrâneos

sinto-me um exilado

um exilado sem princípios

expulso do útero da mãe, parido sem cerimônias

que peregrina sem objetivos

que não tem para onde voltar

nem um lugar para chamar de lar

tenho no futuro do pretérito uma filosofia de vida

poderia ter o mundo aos meus pés

mas prefiro colocar os meus pés no mundo

sempre descalço

livre de amarras

de amores

de nostalgias

o dedo em riste

e um mapa surrado

de antes da guerra fria

como orientador de localização

aguardando resignadamente pela próxima carona

preenchendo eternamente lacunas existenciais

curando as feridas de uma vida sem sentido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s