Sou jovem e me sinto velho

Sou jovem,
Mas me sinto velho.
Sou difícil de satisfazer
E estou desaparecido.

Preso nas sombras da
Minha própria incerteza,
Procuro um ponto de luz
Para engatar a vida
Enquanto me deleito do escuro.

“Todos os dias vejo um garoto no espelho,
Se perguntando:
o que eu estou fazendo aqui?”
E ele me observa,
Mas nunca me responde.

Não me vejo no reflexo dos meus colegas,
E a satisfação dos que supostamente parecem comigo,
Foi minha há muitos anos atrás.

Apesar da minha jovialidade,
Me sinto velho.
Mas me sinto novo também,
Ainda que preso nas minhas
Desculpas que conto para mim mesmo.

As desculpas de ontem,
Já não tenho coragem de dizer,
E hoje me escondo nas sombras
Da minha cortina com blackout,
Quando sou encurralado
E não consigo dizer
Que não sei o que é
Que consome
O meu tempo
Além de mim mesmo.

Matheus Peleteiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s