Deveres de casa para as meninas que não conheci – Saulo Matos

pm3DVMn

esqueça esses marasmos,
esses carros,
esses espasmos,
Ricardos e Marlos,
relicários de machos
usados e não usados.

esqueça esse júbilo
súbito
e todo infortúnio
estúpido,
apague do calendário
junho,
julho,
e Júlio.

esqueça as desgraças
das massas chatas
e seu medo de baratas
esqueça que a liberdade
é escassa
e que o tempo passa.
esqueça que deixou
alguém pensando em você
em algum banco de praça
e foi pra arruaça,
manguaça
e na sequência
ressaca.

esqueça a decepção
naquela perdição
que te jogou na parede
e no chão,
depois na mesa
e fogão
pra te fazer
chorar ilusão
abraçada na solidão.
maldito João,
amigo do viado
do seu irmão.

esqueça tudo que aprendeu
e tudo que leu,
apague da memória
todas as frases feitas
do Caio Fernando Abreu
pelo amor de Deus,
você ainda é uma menina
e não percebeu.

ouça mais música clássica,
Chopin, Brahms, Vivaldi.
mais forró,
Raiz do Sana, Fala Mansa.
mais jazz,
Davis, Fitzgerald.
mais pagode,
Raça Negra, Molejo.
mais blues,
Blind joe, B.B King
e desenvolva uma opinião
sobre cada um deles.

faça um poema
estruturado
e depois o bagunce
da cabeça aos pés
dos seus versos.
que ele tenha
rimas
bonitinhas
e depois
estrague tudo
dizendo o que
te der na telha
desordenadamente.

seja uma puta
desvairada e atirada
se der na telha,
seja uma santa
travada trancada
em casa quando quiser,
seja alguém que
você ame,
seja alguém que
odeie,
seja de tudo um pouco
até que passe
a conhecer
quem tu és
em essência
na hora certa,
ou na hora errada
(que é mais provável).

esqueça tudo sem ajuda
de vodka,
pois quem diz que
ela não dá ressaca
está mentindo.
esqueça tudo
e faça o que quiser
e vá aprendendo
a partir daí,
pois boa parte
das suas vontades
vão te meter
numas enrascadas
fodidas.

respire fundo o ar
que te cerca
e feche os olhos
do corpo e da alma
e sinta que
esse é só o inicio
da longa jornada
de percalços
e sorrisos
que ainda estão
por vir.
e eu espero
e rezo
que sua jornada
seja longa
e linda
minha pequena
menina
que ainda não
conheci.

Saulo Matos

Anúncios

2 Respostas para “Deveres de casa para as meninas que não conheci – Saulo Matos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s