Carne Assada – Saulo Matos

DSC06508

se é pra falar
a verdade,
eu admito que sou
o rei da
melancolia,
ela é minha dama
e a levo pra dançar
todos os dias
ao embalo de nossas
musicas suicidas.

utilizo
da loucura
e os famosos
“pé sujos”
do interior
do Rio de Janeiro
pra ocultar
toda escuridão
lasciva
que habita
os confins
do meu crânio,
enquanto minha dama
dança desvairada
sob minha tristeza.

você pode
me ver por ai
e pensar:
“ta ai um cara
de bem com a vida”
“ta ai um cara
legal”,
mas eu
estou apenas
tentando
não cair
da beirada
do caos
em direção
ao limbo
vestindo minha
melhor máscara.

posso parecer
muitas coisas
pra muita gente,
posso ser
muitas coisas
pra muita gente,
mas a verdade
é que na
bagunça
do meu quarto
sozinho
a noite
encarando
essa máquina,
eu me sinto
uma carne
assada velha
na vitrine
também velha
dos meus
amados
“pé sujos”
do meu
amado
Rio de Janeiro,
e ninguém se importa
e está ótimo assim,
aumenta o som
que chegou a hora de
dançar
até o fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s