A vida esta a um fio da morte

A vida esta a um fio da morte
E a morte se aproxima
Como um bandido
Que espreita a vitima
Para esfaquea-la pelas costas

A morte está a um fio da vida
E ela ameaça findá-la,
Num escorregão qualquer
Ou num simples acidente
Inesperado

Num pânico finito,
A vida teme a morte,
Como uma criança teme o tio
Que finge roubar seus doces

A morte teme a vida,
Pois ela pode ser bela
E a morte tem que ser triste
Para valer a história.

E a vida teme a morte, só
Enquanto não for bela
Pois quando bela se tornar
A vida será só vida,
E nunca morte.

E um dia esse pânico se cala,
Numa tarde de verão,
Ou numa noite de inverno,
Quando a calma vem
E toda a sua existência
Passa a fazer sentido,
Num momento
Imortal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s