Evasivas, definitivamente, não são acidentais… – Déia Chies

thats

“O Sedutor Involuntário

Atirou no ar palavras vazias,

Por distração – e abateu assim uma mulher.”

(Friedrich Nietzsche – A Gaia Ciência)

A menina

olhou fundo

naqueles olhos e,

sem uma palavra,

muda de paixão,

disse-lhe tudo…

Ele,

percebendo

o sentimento

que despertara,

armou-se

com o verniz de evasivas…

A menina,

coração apertado,

sabia

que o que sentia

era loucura…

mas sentia

mesmo assim…

Ele,

sabendo de tudo,

fingia ignorar…

A menina,

sem conseguir resistir,

queria mais…

Ele,

com evasivas,

nada deixava entrever…

A menina

sentia sua falta

e deixava-o saber disso…

Ele

fingia não perceber.

A menina,

nas entrelinhas,

dizia-lhe

tudo o que sentia…

Ele

preferia nada dizer.

A menina,

então,

cansou-se de tudo

e, sem nada dizer,

afastou-se…

Ele ficou lá,

enigmático,

tal qual

um quadro de da Vinci.

E a vida

passou pelos dois…

E os dois,

cada qual no seu canto,

passaram pela vida…

coisasdeamor

Anúncios

Uma resposta para “Evasivas, definitivamente, não são acidentais… – Déia Chies

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s