O Amor é um Cão Tupiniquim

O Amor é um Cão Tupiniquim

O inferno nem é tão longe,
Os diabos,
Já estão aqui
Há tempos.

Rodeados de tragédias,
O amor é exalado
Na alma de cada
Brasileiro
Enquanto exprimem
Risos de alegria
Em meio a tristeza
Fazendo os demônios vomitarem,
Enquanto os últimos poetas se desgraçam,
De desgosto.

Dizem:
“Bukowski estava certo”
Perpetuando sua palavra,
E pregando suas ideias até o fim dos dias.
Talvez ideias ainda atuais,
Ou talvez apenas adaptadas a realidade.

E enquanto feministas
Chamam-nos “misóginos”,
Na busca incessante por culpados,
Declaramos total paixão às mulheres,
Admitindo toda nossa afeição e inferioridade
A sua classe.

Podemos até dizer que somos
Os últimos bons amantes,
Ou talvez até,
Os últimos românticos.

Mas eu te digo,
Se um dia você achar
Que encontrou um amor,
E durante este dia,
Desejar estar com outrem,
Desista,
Alguma coisa está errada.

Definitivamente
Há algo de errado com a humanidade.
Não acredita?
Observe as pessoas nas ruas
Observe as pessoas nos hospitais
Observe as pessoas nas igrejas,
Observe as pessoas nos grandes edifícios empresariais.

O que todos eles têm em comum?
Só precisam de um local,
Pra fugir da realidade.

Fuga da realidade,
É este o nosso ouro de tolo moderno
Afinal, a realidade
Sempre estará aqui,
Você apenas transita
Entre o real e ao aparente.

Oh, moças rebeldes,
Antes que percebam
Que não temos como fugir,
Quero partir com vocês,
Na tentativa disto;
A lá Rimbaud.
Essa civilização está fora do sério,
Vamos para a selva baby!

Anúncios

Uma resposta para “O Amor é um Cão Tupiniquim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s